0

Toyota paga mais 22 milhões por esconder defeitos nos carros

PUB

Empresa ocultou problemas de aceleração involuntária nos veículos

A Toyota vai pagar 21,7 milhões de euros para resolver as queixas apresentadas nos Estados Unidos contra a empresa por ter ocultado o seu conhecimento de defeitos nos seus carros. Em causa estão vários casos de acelerações involuntárias nos veículos.

As queixas foram apresentadas pelos Procuradores de 29 Estados do país e obrigaram a empresa a aceitar um acordo. No entendimento alcançado, a Toyota não admite ou aceita responsabilidade, mas o fabricante japonês compromete-se a pagar cinco milhões de dólares (3,7 milhões de euros) aos proprietários dos veículos afetados pelos custos que tiveram que suportar.

Outra cláusula estipula que a Toyota não poderá publicitar a suposta segurança dos seus veículos sem dados sólidos que confirmem as suas afirmações.

As queixas judiciais começaram em 2010 depois de condutores norte-americanos terem denunciado que os seus veículos sofriam acelerações involuntárias que nalguns casos resultaram em acidentes. O problema foi posteriormente identificado como fruto de um desenho de algumas peças que prendiam o pedal do acelerador.

Numa investigação realizada pelas autoridades norte-americanas foi concluído que a empresa japonesa tinha conhecimento do defeito, mas não o comunicou de forma apropriada.

Em dezembro, a Toyota tinha chegado a outro acordo extrajudicial pagando uma soma entre os 1.100 e os 1.400 milhões de dólares (entre 823,7 e 1.048,3 milhões de dólares) para resolver queixas civis apresentadas por centenas de proprietários de veículos da marca e pagou uma multa recorde de 70 milhões de dólares (52,4 milhões de euros) por não realizar a tempo a denominada revisão para solucionar o problema.

Fonte: TVI24

Ironia d'Estado

O Ironia de Estado é um repositório com informações diárias sobre as misérias que acontecem em Portugal. Destacamos noticias que afectam o quotidiano dos Portugueses a nível social e económico para evidenciar más decisões dos governantes.

Diga o que pensa disto

Tem algo a dizer sobre isto? Então comente