0

Sócrate vendeu a casa da Rua Braancam a Paquistanês Candidato a Visto Gold

PUB

braamcamp

José Sócrates vendeu o apartamento onde morava, na Rua Braancamp, em Lisboa, ao ex-Procurador-Geral do Paquistão por 675 mil euros. Um investimento com que Muhammad Makhdoom Ali Khan se candidata a um Visto Gold.

A venda terá sido consumada em escritura no dia 6 de Agosto, noticia o Correio da Manhã.

A publicação, que teve acesso aos Registos Prediais, sustenta que José Sócrates vendeu o apartamento e a arrecadação no edifício Heron Castilho, na Rua Braancamp, que era a sua morada oficial.

O ex-primeiro-ministro terá adquirido o imóvel em 1998 por cerca de 235 mil euros.

Este mesmo apartamento foi entregue por José Sócrates como garantia, em Janeiro deste ano, no âmbito de um empréstimo de 250 mil euros feito na Caixa Geral de Depósitos.

O Correio da Manhã frisa no entanto que, no documento de venda, se sublinha que este está “livre de encargos”.

O imóvel com quatro divisões e uma área de 165 metros quadrados tinha sidoalvo de uma penhora, registada na Conservatória do Registo Predial de Lisboa a 28 de Maio passado, por causa de uma dívida fiscal de 5.863 euros.

O comprador do imóvel foi Muhammad Makhdoom Ali Khan, um advogado do Paquistão que já foi Procurador-Geral do país e que pretende com este investimento conseguir um Visto Gold. Está agora à espera do desfecho deste processo.

José Sócrates, que continua detido em Évora desde Novembro de 2014, foi representado no acto de escritura pelo advogado João Araújo.

Este processo de venda foi concluído um dia depois de o vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa, Manuel Salgado, ter assinado o despacho com a decisão da autarquia de abdicar do direito de preferência que tinha sobre o edifício, conforme noticia o referido jornal.

Fonte: ZAP

Ironia d'Estado

O Ironia de Estado é um repositório com informações diárias sobre as misérias que acontecem em Portugal. Destacamos noticias que afectam o quotidiano dos Portugueses a nível social e económico para evidenciar más decisões dos governantes.

Diga o que pensa disto

Tem algo a dizer sobre isto? Então comente