1

PJ vai adquirir sistema para “escutar” Skype, Viber e WhatsApp

PUB

policia_judiciaria

Os “novos” canais de comunicação, adoptados por milhares de utilizadores, obrigam as entidades de segurança à actualização ou aquisição de novos “sistemas de escutas” para efeitos de investigação. As plataformas actuais apenas conseguem interceptar as “tradicionais” chamadas telefónicas e o aparecimento de novos e modernos serviços de comunicação lançam novos desafios ao sistema de segurança nacional.

Segundo uma informação avançada pela semanário Expresso, a Policia Judiciária Portuguesa vai brevemente poder “escutar” as comunicações do Skype, Viber e WhatsApp isto porque irá proceder a actualização do seu sistema de escutas.

Segundo a noticia do semanário Expresso, a Polícia Judiciária (PJ) vai poder brevemente realizar escutas telefónicas no Viber, Skype, tablets e smartphones graças a uma actualização da actual plataforma de escutas. Essa actualização custará cerca de 2,6 milhões de euros e será financiada pela União Europeia.

A actualização do sistema informático de escutas é prioritário, já que os utilizadores têm optado pela utilização destes “novos serviços de comunicação” e também porque existem actualmente investigações paradas porque os suspeitos usaram como serviço de comunicação o Skype, Viber ou até mesmo o WhatsApp.

Com esta actualização, a PJ poderá ver alargado o seu raio de acção, conseguindo escutar as comunicações de PC’s, smartphones e tablets.

Fonte: pplware

Ironia d'Estado

O Ironia de Estado é um repositório com informações diárias sobre as misérias que acontecem em Portugal. Destacamos noticias que afectam o quotidiano dos Portugueses a nível social e económico para evidenciar más decisões dos governantes.

Diga o que pensa disto

One Comment

  1. Isto é altamente reprovável além de ser imoral. Esses indivíduos vão devassar a privacidade de todos os cidadãos que possuem estes softwares.
    Se for para fins exclusivos de “caçar” criminosos… ainda que seja necessário o que se entenda por criminosos, poder-se-à admitir. Agora para escutazinhas “à portuguesa”, sim, porque não nos esqueçamos que isto é um país de bisbilhoteiros e curiosos, ávidos em conhecer tudo o que se relaciona com o dia-a-dia das pessoas, então tais atitudes serão altamente reprobatórias.
    Mas como estamos e vivemos num regime de “democracia fascista”, não admira que o “palhaço” entre outros, admita tal impertinência.
    Provavelmente no futuro até serão capazes de instalar sistemas de espionagem nas casas de banho de cada um. Aquele que for caçado a cagar fora da sanita ou a bater uma punheta a pensar nas mulheres dos políticos, “tão fodidos”.
    Por mim, só digo isto: abençoados os que já morreram. Ao menos não aturam estes sacanas de políticos. Não me refiro à PJ, claro.
    Não faltava senão esta agora: espionarem o Viber, o Skype e o WhatsApp. E provavelmente o Hangouts do google.com">Google+. Mas aqui terão de ir mais devagar, até porque o grande google.com">Google, provavelmente nunca iria aceitar tal ingerência na vida privada dos seus clientes.
    Por mim, não me faz diferença nenhuma. Não tenho nada a esconder.
    Reconheço no entanto, que a PJ deveria concentrar-se mais isso sim, mas nos delitos e corrupção cometidos pelos membros do governo e afins. Só que chegando aqui… stop!
    Altas ordens emanando do Inferno, obrigam-nos a refazer bagagens e a repartirem.

Tem algo a dizer sobre isto? Então comente