1

Mário Soares: “Os que roubaram, lesando o País, estão à solta”

PUB
Soberania dos mercados pode levar à III Guerra Mundial, diz Soares
Mário Soares insiste na sua tese de que José Sócrates está injustamente preso, e diz que os portugueses sabem que aqueles que roubaram o País continuam à solta.

Depois de na semana passada ter causado polémica ao recomendar ao juiz Carlos Alexandre “que se cuide”, Mário Soares voltou esta terça-feira ao tema da prisão de José Sócrates para repetir que é inaceitável que o ex-primeiro ministro continue preso preventivamente sem que se conheçam os fundamentos da sua detenção. E para dizer que “o que os portugueses sabem é que os que roubaram, lesando o país, estão à solta”.

 É na sua crónica semanal, que mantém no Diário de Notícias, que Soares volta à carga. O artigo “Portugal: cada dia pior” está dividido em quatro temas: começa pela Saúde, para lamentar a degradação no SNS; aborda o braço de ferro entre a Grécia e a Alemanha; fala, com pesar, da seca que assola algumas regiões do Brasil; lamenta a morte de Manuel Lucena e dispara sobre a prisão de Sócrates.

 Neste capítulo, denominado “volto a falar de Sócrates”, Mário Soares lembra que o antigo primeiro-ministro está até preso sem que se saiba porquê nem durante quanto tempo.

 Soares está convencido de que esta é uma situação que “cada dia mais indigna os portugueses”, quer estimem ou não o ex-primeiro ministro, e essa é a razão pela qual cada vez mais pessoas o quererão ir visitar à prisão de Évora.

 O antigo Presidente da República lamenta que o Presidente da República e o actual governo se mantenham em silêncio sobre o assunto, e questiona os procuradores da justiça e os juízes sobre a sua capacidade de compreenderem o sentimento social que se está a formar.

 “Será que os procuradores da justiça e os respectivos juízes têm sensibilidade para conhecer a indignação que cada vez mais ocorre nos portugueses que admiram Sócrates e mesmo naqueles que, sem o conhecerem, só o estimam por saberem que foi um excepcional primeiro-ministro durante seus anos?, questiona Mário Soares, para retorquir que “é difícil responder”.

 Para Soares, não há dúvidas contudo de que “os portugueses sabem é que os que os roubaram, lesando o País, estão à solta”.

Fonte: Jornal de Negócios

Ironia d'Estado

O Ironia de Estado é um repositório com informações diárias sobre as misérias que acontecem em Portugal. Destacamos noticias que afectam o quotidiano dos Portugueses a nível social e económico para evidenciar más decisões dos governantes.

Diga o que pensa disto

One Comment

  1. Mário Soares até tem razão ao dizer que os que roubaram e lesaram Portugal, andam à solta (e eu acrescento, tanto da esquerda como da direita). Agora não venha é dizer que não existe fundamento para a prisão de José Sócrates. Que sabe ele sobre o processo de Sócrates? Porventura foi ele que o interrogou? Uma coisa é certa: para que tenha tido a medida de coação mais gravosa, é porque existem fortes indícios de crime. Além disso, para um indivíduo minimamente inteligente, não é normal que ele tenha estado implicado em tantos escândalos e se tenha safado sempre. C’os diabos! Daqui há que depreender também um facto importante: é que o Sócrates terá certamente contribuido para a choruda reforma desse tal Mário Soares, além de outras regalias que lhe são apontadas e claro que dentro de tal contexto, este tal Soares que nunca passou de um vaidoso oportunista compulsivo, envereda cegamente pelo caminho do facciosismo. Favores, a quanto obrigas!
    Enfim, estamos num país de oportunistas e sanguesugas da sociedade.
    Quanto ao ter sido um excepcional primeiro ministro, como diz este tal Soares, bem na realidade teve alguns méritos, destacando-se nomeadamente o casamento homossexual, as lojas do cidadão (que são pouco eficazes porque estão sempre a abarrotar de “gado”) e o documento único. Em contrapartida, foi um vendilhão da Pátria, sempre ao serviço dos espanhóis (veja-se a Questão de Olivença, território Português ilegalmente ocupado pelos espanhóis e que este tal Sócrates sempre se comportou como um traidor). Quanto ao facto de a prisão de Sócrates estar a revoltar e a criar um sentimento de revolta nas pessoas, isso é tudo uma treta, uma mentira e este tal Soares sabe bem que isso em nada corresponde à verdade. Pelo contrário há cada vez mais de portugueses a congratularem-se com tal medida judicial. Aqui se vê como ele (ele, esse tal Soares) é burro (com o devido respeito pelos burrinhos). Quero dizer, estúpido, ao apontar apenas quem está contra a prisão do Sócrates e esquecendo facciosamente a grande maioria que está a favor.
    Este tal Soares já tem idade para ter juizo e penso que deveria estar mas era calado, à fogueira com as pantufazinhas enfiadas nos cascos.

Tem algo a dizer sobre isto? Então comente