0

Falsificaram 540 cartões de crédito e fizeram compras de cem mil euros

PUB

visacontactless

Naturais do leste da Europa, arguidos utilizavam os cartões para comprar bebidas espirituosas, tabaco e perfumes.

Quatros homens foram detidos pela PJ quando utilizavam cartões falsificados de crédito e de débito num posto de abastecimento, estando a investigação a tentar perceber como é que os suspeitos tiveram acesso a um total de 540 cartões em apenas cinco meses, com os quais conseguiram fazer compras no valor de 108 mil euros.

Ou seja, está ainda por esclarecer se os cartões eram totalmente contrafeitos ou se seriam furtados para depois serem submetidos à alteração de dados eletrónicos dos clientes a quem o dinheiro era debitado nas contas.

“Temos algumas pistas, mas a investigação ainda continua”, sublinha ao DN fonte policial, avançando que os suspeitos foram detetados “já no final do circuito”, pelo que poderão pertencer a uma rede mais alargada, que atuava na zona de Lisboa, vindo o flagrante delito a ocorrer na Lourinhã.

Dois suspeitos ficaram em prisão preventiva e os outros dois com apresentações semanais, proibição de saída do país e de contacto com os demais arguidos.

Os indivíduos – três residem em Portugal e um em Espanha – são de um país do leste da Europa e utilizavam os cartões para comprar bebidas espirituosas, tabaco e perfumes, preferencialmente nas lojas das estações de serviço de localidades situadas nos arredores de Lisboa.

Três dos quatro homens, entre os 27 e os 42 anos, foram detidos em flagrante delito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção, enquanto o quarto tinha um mandado de detenção, pela prática de vários crimes de contrafação de cartões de crédito, burla informática agravada, acesso ilegítimo e falsidade informática.

“As detenções ocorreram na sequência de uma investigação que perdura há mais de cinco meses e onde foram apreendidos diversos objetos relacionados com a atividade criminosa”, avança a fonte da PJ, acrescentando que não há registo de terem efetuado levantamentos nas caixas ATM.

Fonte: Diário de Notícias

Ironia d'Estado

O Ironia de Estado é um repositório com informações diárias sobre as misérias que acontecem em Portugal. Destacamos noticias que afectam o quotidiano dos Portugueses a nível social e económico para evidenciar más decisões dos governantes.

Diga o que pensa disto

Tem algo a dizer sobre isto? Então comente